Route allemande des vins
Choisir...

Route allemande des vins: Une symphonie des raisins sous le soleil du Palatinat

85 kilomètres de joie de vivre, de vins savoureux, de conviviaité et de cuisine étoilée, le long de la Route allemande des vins qui, de Schweigen-Rechtenbach à Bockenheim, traverse le Palatinat, une région qui n'est pas avare de ses charmes.

Le Palatinat et le vin – une belle union en vérité! Dans cette mer de vignes de la deuxième région viticole d'Allemagne, où les ceps de vigne sont si serrés qu'ils semblent se parler entre eux, les deux dieux du vin, Dionysos et Bacchus jouent bien volontiers avec leur image. C'est dans le Palatinat ensoleillé, là où mûrissent les grappes, où même les fûts sont bavards et les vignerons accueillent les hôtes de passage, c'est là qu'est le but de votre voyage. Mais la Route des vins est là pour tous: les gourmands, les passionnés d'art, les bons vivants, et tous y apprennent aussi l'art de profiter de la vie, par exemple lors des nombreuses et joyeuses fêtes du vin comme le fameux Marché à la saucisse de Dürkheim. Une dégustation chez le vigneron même est une façon nuancée d'apprécier les vins servis dans les verres qui conviennent; quant à la "cuisine du Palatinat", celle du terroir, ne la manquez surtout pas, non plus d'ailleurs le plus grand tonneau du monde à Bad Dürkheim. En chemin, vos attentes seront comblées: charmants paysages émaillés de châteaux, vestiges de colonies romaines, petites cités anciennes souvent plus que millénaires, villages de vignerons, musées et sites dans lesquels s'écrivit l'histoire. Un bon moyen de revivre pleinement l'expérience que l'on a faite sur la Route des vins, c'est de la refaire, en sens inverse! L'idée de faire une "Route allemande des vins" devait être une bonne idée, sinon, elle n'aurait pas été imitée aussi souvent ailleurs.

Découvrez la destination Allemagne sur une carte

Ajoutez ici vos favoris. Enregistrez, triez, partagez et imprimez votre sélection, planifiez intégralement votre voyage en Allemagne.

0 favoris sélectionnés

Commentaires de touristes du monde entier

Crazy SB Waschsalon

Crazy SB Waschsalon

Quando estamos viajando, nada como ter uma lavanderia perto para as horas de aperto. Não tem como não notar essa lavanderia toda "modernosa". Crazy SB Waschsalon chama a atenção por suas centenas de meias penduradas. Uma decoração perfeita para o ambiente. Eu não cheguei a lavar nenhuma roupa na minha estádia em Dresden, mas se ficasse mais uns dias, teria voltado lá de certeza. Fica na Louisenstraße 6, aberto todos os dias das 06h - 23h.

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com

Travel Bookshop

Travel Bookshop - para os apaixonados por viagem

As coisas mais legais, sem dúvidas eu encontrei em Neustadt. É a região mais alternativa e legal de Dresden. Foi lá que eu vi uma das Lojas de Livros de Viagem mais legais. É aquela loja/livraria/papelaria que você vai querer comprar tudo. Passei uma boa hora lá dentro, folheando (porque ler em alemão, nem em sonho!) todos os guias, livros. Comprei uns postais lindos. Bobeei por não ter comprado uns mapas antigos, eram lindos.

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com

Schwebebahn

Schwebebahn

Para ter uma vista incrível de Dresden, vale muito a pena pegar o monorail em Loschwitz. Além de ver a cidade, você ainda terá uma vista privilegiada da Ponte Azul - Blaueswunder.

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com

Kunsthofpassage

1000 e 1 passagem

Em Neustadt tem a Kunsthofphpassage, que é uma passagem incrível. Ela tem vários prédios "temáticos". O azul por exemplo quando chove, a água nos canos vira música. Fora os prédios, ainda tem várias lojas bacanas e cafés charmosos para você aproveitar. #youngDresden #mustsees #shopping #cafés

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com

Obras incríveis

Albertinum: um museu de arte moderna de 125 anos, que foi reaberto em 2010, após uma reforma de 51 milhões de euros. A coleção de retratos começa com um dos pintores alemães mais românticos, Caspar David Friedrich, e termina com seu artista vivo mais famoso, Gerhard Richter, sendo que ambos passaram a infância em Dresden. Você vai encontrar desde a Bailarina de Degas, a Monet, Manet, Rodin, Van Gogh. A entrada Vista 10€

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com

Zwinger Palace

O Chateau de Versailles de Dresden

O Zwinger Palace é um dos melhores exemplos da arquitetura barroca tardia na Alemanha. Construído entre 1710 e 1728 pelo arquiteto Pöppelmann, o Palácio Zwinger foi usado para grandes festas e torneios. Hoje, o complexo barroco de pavilhões, galerias e pátios interiores é a casa de grandes museus e obras. A Madonna Sistina de Rafael você encontrará lá. O acervo de Porcelana tambem é belíssimo. O Arsenal também é muito interessante se você curte trajes e armas. Se você não quiser entrar em nenhum museu, vá pelo menos para andar pelos jardins e admirar o "Kronentor", que é o portão com a coroa.

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com

Asisi Panometer

Dresden : 1945

Setenta anos depois do bombardeio de Dresden, na Segunda Guerra Mundial, um panorama de 360 ​​graus que mostra a cidade destruída foi revelado na cidade. O artista Yadegar Asisi criou uma imagem circular de 100 metros de largura e 30 metros de altura que mostra Dresden após os devastadores ataques aéreos dos aliados. Entre 13-15 fevereiro de 1945, apenas alguns meses antes do fim da guerra, os bombardeiros britânicos e norte-americanos destruíram mais de 90 por cento do centro histórico da cidade, matando cerca de 25.000 pessoas. Mais de 3.900 toneladas de bombas de alto poder explosivo e dispositivos incendiários dizimaram marcos importantes do barroco em uma cidade que é considerada "a Florença do Elba". O panorama, Dresden: 1945, fica aberto de 24 de Janeiro à 31 de maio de 2015, no gasômetro Panometer. http://www.asisi.de/en/panoramas/dresden-1945/photo-gallery.html

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com

Frauenkirche - Church of Our Lady

A Lady de Dresden

A Igreja da Nossa Senhora de Dresden é um espetáculo de linda. É a igreja que vai te impactar no primeiro minuto que você entrar e ver uma igreja branca, super luminada. Se há um lugar cuja história pode mover-lo às lágrimas, será n'a Igreja de Nossa Senhora. Durante a Segunda Guerra Mundial, a igreja foi bombardeada e ficou em escombros até 1994, quando um programa de restauração foi iniciado. Hoje, é um lembrete dos dias antes da guerra e um dos lugares que você vai ter uma história imparcial sobre a Segunda Guerra Mundial.

poursuivre la lecture »

martinha@viajoteca.com