Leverkusen

Leverkusen: onde a história da cidade é também a história da indústria.

Leverkusen ficou conhecida mundialmente como cidade marcada pela indústria, sede da multinacional Bayer AG. Mas a cidade é mais que isso: muita qualidade de vida e lazer, localizada na bela região nos limites da Bergisches Land, a vida urbana de grandes cidades e logo ao lado a tranquilidade da vida em cidades do interior.

Durante muito tempo, a história de Leverkusen foi a história de alguns vilarejos um pouco afastadas de Colônia e Düsseldorf , que só se juntaram para formar uma só cidade em 1930. Antes mesmo da cidade ser fundada, já havia aqui uma grande fábrica: Johann Friedrich Weskott e Friedrich Bayer fundaram a empresa Friedr. Bayer et comp. em 1863, em Barmen, hoje Wuppertal , compraram mais tarde a indústria química Leverkus e transferiram a sede, em 1891, para "os campos verdes" – para Wiesdorf, que hoje é um bairro de Leverkusen. O vilarejo que surgiu em torno da fábrica recebeu do empresário Leverkus o nome de sua família: Leverkusen. Hoje é possível sentir por toda a cidade que Leverkusen, apesar da sua história, não permaneceu um aglomerado de casas em torno de uma fábrica, mas tornou-se uma cidade que tem caráter, identidade e vida próprias. Por exemplo no Forum Leverkusen, com o qual a cidade ganhou um espaço para eventos de importância além da região: todos os anos, no outono é aqui que acontece o renomado festival de jazz "Internationale Leverkusener Jazztage". Com o Forum, passou a existir um segundo grande palco para concertos, teatro e outros eventos, depois de a "Erholungshaus", aberta em 1908 como centro de recreação da Bayer, ter sido a referência principal para cultura em Leverkusen durante muito tempo. É possível acompanhar também a história da cidade na Villa Römer, uma mansão que mais parece um castelo no bairro de Opladen, colocada à disposição da Associação de História de Leverkusen como a "Casa da História da Cidade".

Mas Leverkusen também pode ser moderna: no castelo de Morsbroich, um belo castelo para caçadas a apenas um quilômetro do centro, fica o Museu Municipal de Arte Moderna. Seu acervo inclui mais de 400 pinturas e esculturas, além de cerca de 5.000 obras gráficas; as exposições alternantes dedicam-se, entre outros, a artistas como Josef Beuys, Gerhard Richter, Andy Warhol, Günther Uecker ou Yves Klein. O Jardim Japonês do castelo é um oásis de tranquilidade e beleza, não importa a estação do ano, para qualquer pessoa – especialmente para você. Dizem que há pessoas que vêm a Leverkusen principalmente por causa do Jardim Japonês, de tão bonito que é.

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados