Wolfsburg

Wolfsburg: cidade jovem em busca do moderno.

Wolfsburg, uma das poucas cidades surgidas no século XX, fundada em 1° de julho de 1938, conseguiu se tornar uma cidade precursora das tendências urbanísticas na jovem República Federal durante sua curta e emocionante história. A cidade é um exemplo característico de cidade planejada que deu certo e sua história está intimamente ligada à empresa Volkswagen AG.

Desde sua fundação, a arquitetura e o urbanismo em Wolfsburg seguiram parâmetros especiais, pois a cidade foi planejada como nenhuma outra na Alemanha. Esses dois aspectos são, portanto, decisivos para a identidade e auto-imagem da cidade – pode-se dizer que Wolfsburg existe através deles e devido a eles. Wolfsburg foi um dos primeiros municípios a criar um departamento especialmente dedicado ao tema "Comunicação e difusão da arquitetura", em 2001: o Forum Architektur. Wolfsburg bem poderia ser considerada um verdadeiro museu das ideias do urbanismo do século XX, abrindo espaço também para uma série extraordinária de projetos solitários: desde meados da década de 1950 foram realizados o centro cultural Alvar Aalto, o teatro Hans Scharoun, o planetário e o museu de arte, o Kunstmuseum, a Autostadt, a cidade do automóvel, e, finalmente, o phæno. Esse "Science Center", em frente da estação ferroviária, que é tombado pelo patrimônio histórico, mais parece uma nave espacial – e muitos costumam dizer que ele é a maior escultura da Alemanha que pode ser visitada por dentro. Seu projeto é da arquiteta de nacionalidade britânico-iraniana Zaha Hadid, uma estrela da arquitetura moderna, que criou aqui uma obra marcante e arrojada de tirar o fôlego. Para construí-la, foi necessário chegar aos limites do possível e pisar em terreno totalmente novo na estabilidade e na aplicação dos materiais de construção. No seu interior, o visitante encontra 350 estações interativas de experimentos com fenômenos fascinantes da tecnologia e da ciência – o slogan da casa, "você vai ficar espantado", chega a ser modesto.

A segunda grande atração de Wolfsburg é a Autostadt, a cidade do automóvel inaugurada pela Volkswagen AG durante a EXPO 2000 como um centro de atividades e de competência sobre o automóvel. Aqui os visitantes ficam sabendo de tudo sobre o automóvel, mas também podem ver filmes de cinema emocionantes, pilotar em corridas de simuladores e conhecer uma arquitetura impressionante em meio a 25 hectares de parques e lagoas. Mesmo quem não é aficionado por automóveis encontrará algo para ver: a Autostadt é o lugar ideal para relaxar e aproveitar a vida em um dos muitos restaurantes. O que também é possível em Allerpark, o paraíso do lazer dos habitantes de Wolfsburg, um parque extenso com um lago e uma praia de areias brancas. Ou, se você preferir, pode passar o tempo nos shopping outlets de Wolfsburg, o primeiro centro do gênero na Alemanha a atrair aqueles que gostam de pechinchas, instalado no centro da cidade, mas em meio a uma área verde. Do ponto de vista cultural, o teatro Wolfsburg é a atração desde 1973, construído para ser um teatro para turnês e shows de visitantes. Mas hoje ele apresenta também duas produções próprias por ano. Em 1994, foi a vez de o museu Kunstmuseum Wolfsburg abrir suas portas, e hoje seu currículo já inclui um grande número de exposições e eventos que se tornaram referência principalmente na pintura contemporânea e moderna, na escultura, fotografia, moda e no design. O programa do Kunstmuseum segue uma ideia central desde sua inauguração: "À procura da modernidade no século XXI". Seguindo esse lema, as exposições buscam ideias estéticas da modernidade no presente, que são apresentadas de forma tanto intelectual quanto sensorial. Mas não seria certo acreditar que não existe nada "velho" em Wolfsburg. A cidade recebeu seu nome do castelo Wolfsburg, um castelo renascentista do século XIII. Desde 1961, ele pertence ao município e abriga, entre outras coisas, o museu e a galeria de arte da cidade. O castelo de Neuhaus é um castelo medieval cercado de água, do século XIV, e no bairro de Fallersleben fica o castelo de mesmo nome, cuja construção foi concluída em 1551 e que desde 1991 abriga o museu de Hoffmann von Fallersleben. Uma boa notícia é que aqui foi conservada também a antiga cervejaria Brauhaus zu Fallersleben: tradição e alegria em uma atmosfera rústica e cheia de estilo, aberta ao público 364 dias por ano. Para você há 364 oportunidades de visitar Wolfsburg e de refletir sobre as muitas faces interessantes desta cidade tomando uma boa cerveja.

Principais atrações
Highlights

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados