Wuppertal

Wuppertal: a cidade com o trem suspenso.

Wuppertal é a maior cidade da região de Bergisches Land e também o centro econômico, educacional, industrial e cultural da região. E, é claro, ela é principalmente a cidade do monotrilho – o que se tornou até slogan oficial de Wuppertal. Ao longo do trilho, o visitante vê uma cidade consciente de sua história e do que tem para oferecer. E ela tem muito a oferecer.

Faz apenas 80 anos que Wuppertal existe nos mapas; mas muito antes, já existiam as grandes cidades de Elberfeld e Barmen, além das cidadezinhas de Ronsdorf, Cronenberg e Vohwinkel, fundadas novamente em 1929 com o novo nome de Barmen-Elberfeld. Em 1930, depois de um plebiscito, o município recebeu o nome de Wuppertal, o que define exatamente o que ela é: a cidade está localizada no vale (em alemão, "Tal") do rio Wupper. A construção mais famosa de Wuppertal, um monotrilho muito característico, acompanha o percurso do rio através do centro da cidade. Tecnicamente, não é um trem flutuante, como sugere a palavra alemã "Schwebebahn" que o denomina, mas é um trem suspenso. Mas isso é um detalhe que não interessa aos mais 80.000 passageiros que o utilizam diariamente e apreciam esse meio de transporte seguro e que nunca fica preso em engarrafamentos. Ele foi inaugurado em 1901, sua estrutura de sustentação está sendo amplamente reformada desde 1997, mantendo-se fiel à obra histórica, enquanto as estações estão sendo reformadas e modernizadas. Assim como o monotrilho, um teatro mundialmente famoso é também uma parte indispensável da cidade: o teatro de dança de Pina Bausch, o Tanztheater Wuppertal. Durante os 36 anos em que esteve sob a direção desta grande coreógrafa, a dança foi redescoberta e redefinida; arte dramática, dança moderna e musical uniram-se para criar ali uma nova forma de expressão. Atualmente, a sede do teatro em Wuppertal é o palco da ópera, a Opernhaus, e como a companhia faz turnês constantemente, é melhor comprar ingressos com antecedência. Por outro lado, um bom programa cultural é também uma noite no histórico centro de eventos da cidade, o Historische Stadthalle Wuppertal, um dos espaços mais bonitos para concertos e convenções na Europa.

Em estilo guilhermino, não há dúvida que o Stadthalle é extraordinário, mas ele não deixa de ser apenas uma entre as muitas construções que vale a pena ver: apesar da destruição causada pela Segunda Guerra, Wuppertal contém a segunda maior quantidade de substância histórica no estado da Renânia do Norte-Vestfália, com cerca de 4.500 monumentos arquitetônicos. Principalmente a arquitetura do século XIX está representada com construções notáveis. O bairro Briller Viertel, por exemplo, é um dos maiores e mais homogêneos bairros de mansões da Alemanha. São interessantes também as construções utilizadas para feiras empresariais do período de crescimento econômico chamado de Gründerzeit, próximas ao centro de Elberfeld. Em Elberfeld fica também o museu de arte mais importante de Wuppertal, o museu Von der Heydt, com uma impressionante coleção de pinturas, esculturas, impressões gráficas e fotografias desde o século XVII até a atualidade. O foco é a pintura francesa do século XIX e o modernismo, representado por nomes como Paula Modersohn-Becker, Max Slevogt, Lovis Corinth, Ernst Ludwig Kirchner, Erich Heckel, Karl Schmidt-Rottluff, Wassily Kandinsky, Otto Mueller, Emil Nolde, Franz Marc, August Macke, Alexej von Jawlensky e Max Beckmann. Elberfeld abriga também o Museu de Relógios, que começou pequeno nos anos de 1950 e reuniu um dos mais completos acervos sobre a história da medição do tempo – interessante até mesmo para quem prefere ignorar a ditadura dos ponteiros. Aliás, é exatamente isso que alguns visitantes gostariam de fazer quando passeiam pelas amplas áreas comerciais de Wuppertal – aqui há shoppings, galerias e butiques para todos os gostos. Os prazeres da cozinha regional podem ser descobertos tanto na gastronomia mais requintada, como nos bistrôs originais e aconchegantes que existem em qualquer esquina. E se você prefere a noite, também vai encontrar diversos clubes e bares para ninguém botar defeito. Ainda bem que há muitas áreas perfeitas para relaxar no dia seguinte: cerca de metade da área da cidade está reservada para a agricultura, jardins, bosques e parques, entre eles um dos jardins zoológicos mais bonitos da Alemanha. E para o parque de esculturas de Tony Cragg, um convite para um passeio pela escultura contemporânea.

Principais atrações
Highlights

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados