Regiões viticultoras: um solo rico que produz preciosidades

Na Alemanha, as uvas têm propriedades especiais. Nos solos ricos em nuances das 13 regiões produtoras, as castas nobres sentem-se em casa, deste o adstringente Riesling até o floral Spätburgunder. Acariciados pelo clima, ali crescem as uvas alemãs tipicamente leves e frutadas, cheias de encanto, charme e caráter.

A região vinícola do Palatinado, denominada oficialmente de Pfalz, pode ser descoberta da melhor maneira pela Deutschen Weinstraße . Essa rota turística de vinhos, a mais antiga do gênero no mundo, liga diversas cidades produtores de vinho, de Bockenheim, ao norte, a Schweigen, na fronteira com a França. A Rad- und der Wanderweg Deutsche Weinstraße permite conhecer de maneira agradável a região vinícola entre a floresta Pfälzerwald e o Reno, seja a pé ou de bicicleta.

mais »

Na região Rheingau, predominam as castas Riesling e Spätburgunder. Como os mosteiros de Rheingau já cedo cultivavam o vinho, criou-se uma longa tradição vinícola. Essa reputação abriu as portas de todas as grandes famílias nobres para os vinicultores de Rheingau, como fornecedores das melhores videiras. Rheingau goza de reputação internacional também devido à Escola Superior de Vinicultura e Enologia, em Geisenheim.

mais »

Rheinhessen é a maior região vinícola da Alemanha e também uma região calorosa e aberta no Reno. Todos ficam surpresos com o que vem acontecendo no triângulo entre Mainz , Worms e Bingen. Gente jovem, com entusiasmo pelos vinhedos, auto-confiança, enorme dinamismo, mas também muita sensibilidade para vinhos fora de série, tem feito um trabalho extraordinário. Redes movimentadas, como "Message in a bottle", ou parcerias, como "Grosses Gewächs Rheinhessen", "Selection Rheinhessen", "Ecovin" ou "Wein vom Roten Hang", estão trazendo inovação – Mainz e Rheinhessen representam a Alemanha no clube internacional das "Great Wine Capitals" (grandes capitais do vinho).

mais »

Paisagens intactas com encostas de vinhedos, terraços íngremes, muros protetores centenários e casinhas românticas nos vinhedos são a marca registrada da paisagem na região com predicado de qualidade Saale-Unstrut. A beleza dos vales e a elegância da paisagem, caracterizada pelo cultivo em terraços, irradiam uma magia mediterrânea incomparável. O clima equilibrado, o tipo de solo, uma regularização objetiva da produção e as mãos experienktes dos vinicultores formam vinhos inconfundíveis, de qualidade especial.

mais »

"Uma raridade. Vinhos da Sachsen " – A região vinícola da Saxônia, com a denominação alemã oficial "Sachsen", é a que fica mais ao norte na Alemanha e uma das menores na Europa. Aqui no Elba, o vinho há é cultivado há 850 anos. Uma particularidade são os vinhedos em parcelas pequenas, cultivados por mais de 3.000 pequenos vinicultores. A Saxônia tem uma grande variedade de castas – a Goldriesling, por exemplo, ainda é cultivada apenas aqui. A maioria dos vinhos da Saxônia são consumidos na própria região, o que é uma raridade em toda a Alemanha.

mais »

Com 80% de vinhos tintos, Württemberg é a região com a maior quantidade de produção de vinhos tintos na Alemanha. 71% das áres de videiras estão em terrenos inclinados de encostas, alguns com 20% de inclinação, exigindo grande esforço para o cultivo. Württemberg caracteriza-se por sua especial diversidade de castas. Lemberger e Trollinger são cultivada squase que exclusivamente aqui. Muitas das importantes novas criações para a vinicultura alemã, como Dornfelder, por exemplo, surgiram emWürttemberg.

mais »

Controle de site acessível

Dois atalhos úteis para o zoom no seu navegador:

Aumentar: +

Diminuir: +

No seu navegador, você encontra mais informações clicando o ícone: