Ludwig van Beethoven ©Beethoven Haus Bonn

O grande visionário do Reno: Ludwig van Beethoven

Ele é considerado o titã zangado da era clássica da música: Ludwig van Beethoven (1770-1827). O maior filho de Bonn não escreveu apenas a dramática Quinta Sinfonia, mas também a comovente peça para piano "Für Elise" ("Para Elisa"). Sua melodia "An die Freude" tornou-se o hino da Europa em 1972.

O avô e o pai de Beethoven foram cantores na orquestra da corte de Bonn do príncipe eleitor de Colônia. A formação musical de Ludwig se deu através dos membros dessa formação: com sete anos, ele teve sua primeira apresentação como pianista, em Bonn. O próprio mestre diretor da orquestra disse que o menino era um „segundo Mozart“.

Em 1792, Beethoven abandonou sua terra natal para estudar com Joseph Haydn em Viena. Em Viena, ele compôs também todas as suas obras famosas,como a Nona Sinfonia, os cinco concertos para piano, as 32 sonatas para piano, os 16 quartetos de cordas e, naturalmente, sua ópera "Fidelio". Como Beethoven nunca teve um cargo na corte do príncipe, ele foi admirado pelo sociedade burguesa como personalidade e visionário. Sua música decidida, muitas vezes heróica, é tida até hoje como expressão de um humanismo revolucionário. Não é à toa que a única ópera de Beethoven trata da libertação de um herói burguês do poder de um tirano.

Beethoven está sempre presente em sua cidade natal, Bonn. A casa onde nasceu, a casa Beethoven, é um dos símbolos da cidade à beira do Reno. Outras lembranças do grande compositor são a estátua de Beethoven na praça da catedral, a Münsterplatz, a escultura "Beethon", o festival anual Beethovenfest e a Orquestra Beethoven. Naturalmente, a sala de concertos de Bonn chama-se Beethoven Halle. Um Museu Beethoven existe também na casa onde nasceu sua mãe, em Koblenz.

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados