Paul Hindemith ©Fondation Hindemith (Mara Monetti 2011)

Entre as duas guerras mundiais: Paul Hindemith

Na década de 1920, Paul Hindemith (1895-1963) era símbolo do progresso musical na Alemanha. Ele explorava o potencial da rádio, da música eletrônica e do jazz, fazendo enorme sucesso nos festivais de música em Donaueschingen.

Hindemith nunca perdeu o olhar para o humano. Não aceitava que houvesse uma distância entre compositores, intérpretes e ouvintes, mas buscava uma "música utilizável", próxima da prática, e uma "música para brincar". Ele próprio era um violinista brilhante.

Com apenas 20 anos, Hindemith tornou-se mestre concertista (1° violinista) da ópera Frankfurter Opernbühne. A torre conhecida como Kuhhirtenturm, em Frankfurt, onde ele morou de 1923 a 1927 e onde compôs sua ópera "Cardillac", foi inaugurada em 2011 como museu em memória de Hindemith. O Instituto Hindemith também tem sede em Frankfurt. Em 1927, o compositor foi chamado para ser professor em Berlim. Ali, ele morou na praça Brixplatz, onde hoje uma placa o homenageia.

Os nazistas declararam a música de Hindemith como "arte degenerada" e proibiram que fosse transmitida em rádios ou apresentada em público. O compositor emigrou então com sua mulher, em 1938, para a Suíça e, em seguida, para os Estados Unidos, onde criou suas obras sinfônicas mais tarde. Até 1953, ele foi professor na Universidade de Yale, em New Haven.

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados