Castelo de Neuschwanstein
Discover the Beauty and Romance

See sites of royal splendour in Germany

Discover the Beauty and Romance

See sites of royal splendour in Germany

Castelo de Neuschwanstein – o castelo do contos de fadas da Alemanha.

No mundo todo, a força simbólica de Neuschwanstein fascina pelo enredamento entre a idealização da arquitetura romântica com a história trágica da vida deste monarca – com a perda de soberania no seu próprio império, Ludwig II criou seu próprio mundo imaginário.

O castelo de Neuschwanstein, no sul da Baviera, é provavelmente uma das atrações mais fotografadas da Alemanha. Com a construção do castelo, a partir de 1869, Ludwig II uniu elementos do castelo de Wartburg com a simbologia do castelo do Santo Gral, da ópera "Parsifal", de Wagner. Para Ludwig II, o castelo de Neuschwanstein era principalmente um refúgio. Rei da Baviera desde 1864, ele detestava sua residência oficial, a cidade de Munique , uma vez que apenas dois anos mais tarde foi subjugado pela Prússia. Além disso, ele preferia se dedicar às artes. Como não podia mais ser o soberano do seu verdadeiro reino, ele criou o seu próprio mundo encantado. Entre os cômodos representativos, há dois salões. O Salão dos Cantores toma detalhes do salão de cantores e festas do castelo de Wartburg como exemplo para combiná-los em uma sala maior e mais suntuosa que o original – com a diferença de que, aqui, nunca ninguém cantou, nem nada foi festejado. A sala do trono, com dois andares, arcadas e quinze metros de altura, trem uma ornamentação ofuscante em azul e ouro. Mas o interesse maior de Ludwig II era o "Salão do Santo Gral", que combinava sua paixão pela Idade Média com a técnica mais moderna da época. Mesmo com relação à comida, o rei insistia em suas referências à Idade Média – sua sala de refeições está decorada com motivos do Torneio dos Trovadores de Wartburg, da lenda e ópera de Tannhäuser. Seus aposentos tinham inspiração no gótico e há detalhes fazendo referência a óperas de Wagner, como a pia com uma torneira em forma de cisne, uma homenagem à ópera "Lohengrin". Uma outra atração de Neuschwanstein é a gruta com pequenas cascatas e iluminação colorida, que transmite a ilusão de se estar em uma gruta de estalactite. Vale a pena também dar um passeio até o castelo de Hohenschwangau, que foi reconstruído em 1832 no estilo gótico a partir de ruínas do século XII, ou ao Balneário Romano em Tegelberg.

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados