Historic centre, Nuremberg
Historic centre, Nuremberg © Uwe Niklas
Nuremberg. A péorla da história

A palavra "Norenberc" surge pela primeira vez em 16 de julho de 1050. O Kaiserburg (castelo imperial) foi construído na Burgberg (colina do castelo). Nuremberg experimentou uma enorme expansão na idade moderna.

Os artesãos e o comércio floresceram nos séculos XV e XVI, a ciência e a arte se desenvolveram. O genial artista Albrecht Dürer tinha seu ateliê neste local. A aceitação de novas correntes intelectuais resultou no início da Reforma Protestante, em 1525. Em 1835 o primeiro trem da Alemanha, a locomotiva “Adler”, fez sua primeira viagem, de Nuremberg até Fürth. A fabricação de lápis e brinquedos, assim como a indústria de metais, prosperam.

Os nazistas se aproveitaram da herança história “da arca do tesouro do Reich alemão” e, a partir de 1927, realizaram ali seus encontros partidários. Em janeiro de 1945 a cidade foi reduzida a escombros e cinzas. A reconstrução da cidade foi baseada em uma cuidadosa síntese entre o novo e o velho. Construções como o Kaiserburg, as igrejas de St. Lorenz e St. Sebald, a Frauenkirche e a Prefeitura recuperaram sua antiga forma.

Leia mais

Com ópera, teatro e balé, o Staatstheater (Teatro Estadual de Nuremberg) marca a vida teatral da cidade, que é complementada por inúmeros palcos livres. Os atores de teatro de marionetes, que vêm do mundo inteiro para participar do Festival Internacional de Teatro de Figuras em Nuremberg, também têm o seu lugar reservado. Um centro cultural infantil, com museu e teatro, muitos outros teatros e a ligação das atividades para o público jovem através de um foro fazem de Nuremberg uma Meca da cultura infantil. As onze "lojas da cultura", as "Kulturläden" desenvolvem um trabalho cultural nos bairros e servem de exemplo para todo o país.

Leia mais »

Com a viagem do primeiro trem de Nuremberg até a cidade vizinha de Fürth, em 1835, foi dada a partida para o início da revolução industrial na Alemanha. Nuremberg participou ativamente desse desenvolvimento e tornou-se, em poucas décadas, um centro industrial da Baviera. Nessa época, as condições de vida da população se transformou com muito mais intensidade do que nos séculos anteriores. Novas invenções mudaram a forma de vida das pessoas e, consequentemente, também as suas relações sociais. A produção em massa, juntamente com o uso de máquinas, deram nova forma ao cotidiano no trabalho e surgiu a classe social dos trabalhadores.

Leia mais »

O Christkindlesmarkt de Nuremberg é um dos mais antigos mercados de Natal da Alemanha. A feira de vendas no período que antecede o Natal, na praça Hauptmarkt, em Nuremberg, tem uma história que remonta a meados do século XVI. A primeira menção escrita à feira é do ano de 1628: no fundo de uma caixinha oval de 19 centímetros de comprimento, feita de madeira de pinheiros e com pintura de flores, hoje exposta no Museu Nacional Germânico, foi encontrada uma inscrição feita com tinta preta: "Presenteada à Regina Susanna Harßdörfferin pela jovem virgem Susanna Eleonora Erbsin (ou Elbsin) no "Kindles-Marck" em 1628." Uma lista do ano de 1737 mostra que quase todos os artesãos de Nuremberg participaram do mercado. 140 pessoas estavam autorizadas a oferecer seus produtos.

Leia mais »

Nuremberg ama as crianças, e as crianças amam os diversos locais, em que podem brincar para valer, participar de atividades e viver novas experiências. Museu é chato? A visita guiada tediosa? Ópera e teatro dão sono? Nuremberg e suas opções de diversão para crianças mostram brincando simplesmente o contrário.

Leia mais »

Do auge da história de Nuremberg, a Idade Média, ficaram inúmeros monumentos arquitetônicos preservados. O êxito econômico da classe alta patrícia se refletia na paisagem urbana, suntuosamente construída. Os arquitetos e os artistas daquela época quase não davam conta de tantas encomendas. Mas as precursoras da arquitetura gótica eram as catedrais.

Leia mais »

Mais de 40 museus esperam pelos visitantes em Nuremberg.

Leia mais »

Em consideração ao papel que a cidade teve nos tempos do nazismo, hoje Nuremberg procura honrar sua obrigação em ser uma “cidade da paz e dos direitos humanos”. O artista israelense Dani Karavan instalou em frente ao Museu nacional Germânico, em 1993, uma Rua dos Direitos Humanos. Sobre as suas colunas, os 30 artigos da Carta dos Direitos Humanos das Nações Unidas podem ser lidos em diferentes línguas.

Leia mais »

Graças a Willibald Pirckheimer, o nome da cidade está intimamente ligado ao humanismo na Alemanha. A aceitação de novas correntes intelectuais resultou no início da Reforma Protestante, em 1525. As duas grandes igrejas, São Lourenço e São Sebaldo, estão entre as primeiras igrejas evangélicas na Alemanha. Elas foram poupadas da fúria iconoclasta, ou seja, o movimento de destruição de ícones e imagens religiosas durante a reforma protestante. Aparentemente, as pessoas quiseram homenagear seus antepassados, e por isso preservaram as obras que foram doadas por eles. As duas igrejas exibem a riqueza da Nuremberg medieval. E, assim como naquela época, nelas se encontram as imagens da Virgem Maria.

Leia mais »

As obras de Albrecht Dürer estão em todos os museus de arte mais importantes do mundo. Mas também em sua cidade natal, Nuremberg, o visitante pode encontrar os vestígios deixados por ele. O Museu Germânico Nacional é um dos mais importantes centros de pesquisa sobre Albrecht Dürer e mostra algumas de suas obras mais importantes. A Albrecht-Dürer-Haus, a casa onde viveu a partir de 1509, permite uma visão fascinantes de sua vida e sua arte. Os quadros mais importantes do mestre estão expostos aqui como cópias perfeitas – dando uma visão geral em pouco tempo.

Leia mais »

O castelo de Nuremberg é a marca registrada da cidade. Seja dos seus arredores, ou da sua torre, o visitante pode apreciar uma vista fantástica sobre o centro histórico. Para ser vistos, há o museu Kaiserburg e a sala do imperador do Kaiserburg.

Leia mais »
Conheça Nuremberg
Conheça Nuremberg
Arquitetura
Acima de tudo, o imponente Castelo Imperial 

Enxaimel e arenito são os elementos mais característicos da arquitetura medieval de Nuremberg. Os vestígios mais antigos das estruturas do Castelo Real saliano datam do início do primeiro milênio e o Castelo Imperial dos Staufen foi construído por volta de 1200, em estilo românico.

Ler mais

A partir do século XV, o castelo começou a receber influências do gótico, mas as igrejas St. Lorenz e St. Sebald também são testemunhos impressionantes desse estilo arquitetônico típico de Nuremberg. Muito embora somente as classes mais ricas da sociedade construíssem usando rochas. O resto era construído com a técnica do enxaimel.

A casa de Albrecht-Dürer e várias propriedades na rua Weissgerbergasse são exemplos de construções de pedra no térreo combinadas com estruturas de madeira e alvenaria no resto da obra. Durante o Renascimento foram construídas muitas casas burguesas e propriedades de senhores, mas também obras representativas magníficas, como a prefeitura, a Wolff’sche Rathaus, ou o salão Hirsvogelsaal.

Os jardins barrocos de St. Johannis representam esse estilo, enquanto o classicismo é representado pela igreja Elisabethkirche, o historicismo pelo Palácio da Justiça e a industrialização pelo palácio Faberschloss. A ópera em estilo art nouveau é de uma beleza que dispensa classificação e o planejamento urbano de Nuremberg foi marcado pelo modernismo pelo Prof. Hermann Jansen.

A era do nazismo pode ser sentida no antigo espaço de desfiles militares, o Reichsparteitagsgelände. Arquitetos famosos deixaram sua marca na cidade, como Sepp Ruf, no pós-guerra, no Museu Nacional Germânico, na Academia de Belas Artes e no atual Ministério do Interior, e Ernst Neufert com o complexo da antiga sede da empresa Quelle.

A arquitetura contemporânea está bem representada com a ampliação do Museu Nacional Germânico, a Business Tower, o Neues Museum Nürnberg, de Volker Staab, ou os dois pavilhões do centro de feiras e convenções, da arquiteta Zaha Hadid.

tourismus.nuernberg.de/places-of-interest

menos
Conheça Nuremberg
Urban Lifestyle
Inúmeros pontos de encontro 

Multiculturalidade, lojas vintage, muitas galerias e lojas de designers – Gostenhof, nos limites do centro histórico de Nuremberg, tornou-se um “must” para quem gosta de frequentar os lugares onde a todos se encontram.

Ler mais

GoHo tem de tudo: a cafeteria onde você pode observar Christian Ullrich, o campeão mundial de Latte Art, no trabalho, o chocolate quente para saborear com os bolos caseiros feitos no Boutique, a magia da Wundermanufaktur, literalmente uma fábrica de sonhos, e a Holzdrechsler Grottenthaler alguns metros à frente, onde você pode comprar sua própria caixa de mágicas. Ao lado, na antiga fábrica da AEG, foi criado o centro “Auf AEG” depois que a empresa fechou sua produção no local, que hoje abriga galerias, restaurantes, além de um polo de pesquisa científica.

No “Trempelmarkt”, realizado duas vezes por ano, curiosidades e raridades atraem o público para o maior mercado das pulgas da Alemanha, que ocupa a maior parte do centro histórico. De maio a outubro, Nuremberg mais parece uma praia: na ilha de Schütt, 600 toneladas de areia branca são espalhadas pelos 4.000 metros quadrados para receber 1.500 espreguiçadeiras. A praia da cidade no verão é “Nürnberg Süd”. As noites de verão na praça do Tiergärtnertor também são especiais: jovens do mundo inteiro se espalham pelas ruas de paralelepípedo, com uma garrafa de cerveja Rotbier da cervejaria local Altstadthofbrauerei nas mãos, para curtir seu tempo livre.

Além dos eventos culturais tradicionais, como a longa noite de arte e cultura “Blaue Nacht”, o festival internacional de música “Bardentreffen”, ou o festival “Rock im Park”, são os eventos de nicho, fora do padrão convencional, que atraem o público jovem: Brückenfestival, Nürnberg.Pop, Folk im Park ou o Streetfood Markt, que acontece uma vez por mês.

tourismus.nuernberg.de/events

menos
Conheça Nuremberg
Smart Luxury
Momentos inesquecíveis 

A hospitalidade da Francônia combinada com uma oferta exclusiva de gastronomia e opções de compras são os ingredientes perfeitos para viver momentos inesquecíveis em Nuremberg.

Ler mais

Mas não é só isso que caracteriza essa cidade. O convívio harmônico da tradição com a modernidade contribui em todos os sentidos para a atmosfera relaxante durante a sua estadia. Restaurantes de primeira classe, alguns com estrelas Michelin, não desapontam uma clientela exigente e garantem sabores finos com especialidades da melhor qualidade. E a comida típica da Francônia é encontrada em muitos restaurantes com altíssima qualidade.

Fazer compras no centro de Nuremberg é agradável e relaxante. A zona de pedestres, criada já no ano de 1966, é uma das mais antigas da Alemanha e das maiores na Europa. No ambiente do centro histórico, o passeio por butiques exclusivas, galerias envidraçadas ou grandes lojas de departamentos pode ser combinado facilmente com a visita a atrações turísticas. Uma atração especial do comércio de Nuremberg é o Handwerkerhof. Nele, artesãos tradicionais, no ambiente típico das oficinas, oferecem trabalhos manuais como esculturas e pinturas em vidro, bolsas de couro, ou joias e bijuterias feitas de acordo com o desejo do cliente.

Grandes shoppings e outlets famosos da região, como os de Herzogenaurach, Ingolstadt e Wertheim, são destinos ideais para as compras.

tourismus.nuernberg.de/shopping

menos
Conheça Nuremberg
Culinária
Nuremberg é uma cidade gostosa 

Nenhuma outra cidade representa tão bem as delícias culinárias na Alemanha como Nuremberg. Enquanto o Natal é a estação dos pães de mel, os famosos “Lebkuchen”, as pequenas salsichas do tipo Nuremberg são saboreadas durante o ano inteiro.

Ler mais

E também vale a pena provar as especialidades da Francônia, como o presunto “Schäufele” ou carpas fritas. Para acompanhar, a pedida é uma cerveja gelada de uma das cervejarias privadas da Francônia. A “rotbier” é uma cerveja servida tradicionalmente em Nuremberg.

Mas não é só a cozinha tradicional da Francônia que é servida em Nuremberg. Diversos restaurantes finos oferecem também especialidades para os apreciadores mais exigentes. Na cozinha são usados somente produtos frescos regionais, a maioria deles cultivada nos limites da cidade, na região conhecida como Knoblauchsland. Não admira que Nuremberg tenha levantado a bandeira dos produtos orgânicos e se tornado uma verdadeira “metrópole orgânica”. É claro, portanto, que todas as especialidades também são servidas com o selo de qualidade de produtos orgânicos.

Pouco a pouco, sem alarde, Nuremberg tornou-se também a capital do uísque na Alemanha: o clube de uísque mais antigo da Alemanha fica na cidade e a última novidade é a feira Whisk(e)y-Messe Nürnberg “The Village”. Não é à toa que o melhor uísque da Alemanha, 2015, vem de Nuremberg.

Mas as ofertas culinárias vão além da gastronomia. Os guias de viagem sugerem passeios pela cidade para atender a quase todos os gostos.

tourismus.nuernberg.de/culinary-experiences

menos
Conheça Nuremberg
Automóvel
Ponto de referência para fãs do automóvel 

Nuremberg tem muito a oferecer aos fãs do automóvel. O museu Industriekultur tem alguns carros pequenos expostos que são verdadeiras raridades. O Zündapp-Janus, com apenas 14 PS, conseguia alcançar 80 km/h, enquanto o Victoria-Spatz chegava até mesmo a 100 km/h.

Ler mais

Hoje, os pequenos roadsters e suas belas formas praticamente desapareceram. Eles são fabricados apenas em pequenas quantidades, o que os torna uma raridade cobiçada pelos colecionadores. No Ofenwerk – o centro de modelos clássicos em Nuremberg – tudo gira em torno de veículos preservados com muito carinho, cuidado e paixão por detalhes. O Merks Motor Museum existe desde 2011: são 82 carros antigos e alguns mais recentes na exposição que inclui desde o Chevrolet Coach, de 1927, até o os carros populares e acessíveis para todos, como o Ford P3, ou o Renault R4.

E na vizinhança, em Neumarkt, o Automuseum Maybach mostra cerca de um décimo dos veículos históricos dessa marca ainda existentes no mundo inteiro.

Todos os anos, no final de junho ou início de julho, a elite internacional do automobilismo se reúne em Nuremberg. A atração principal é uma corrida ao campeonato alemão de carros de turismo, o Deutsche Tourenwagenmeisterschaft DTM, na espetacular pista da cidade. Todos anos, durante o fim de semana da corrida no Norisring, mais de 140.000 fãs das corridas de turismo e da fórmula 3 se dirigem à antiga área em torno da arquibancada de pedra do antigo espaço de desfiles do partido nazista, o Reichsparteitagsgelände. Além dos treinamentos, da qualificação e das corridas de alta categoria, a programação inclui também shows de cenas de ação e concertos.

tourismus.nuernberg.de/dtm-am-norisring

menos
Magic Cities perto de Nuremberg
1 h 2 min
1 h 36 min
2 h 4 min
2 h 10 min
2 h 18 min
2 h 1 min

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico