O místico reino das pedras – a caminho de testemunhos do passado
Steinerner Schlüssel, perto de Apeldorn, Emsland ©Tourismusverband Osnabrücker Land e. V. (Hartwig Wachsmann)
Rotas de férias de A a Z
A Rota da Cultura Megalítica

O místico reino das pedras – a caminho de testemunhos do passado

Ao longo de aproximadamente 330 km bem sinalizados, a Rota da Cultura Megalítica, na região de Osnabrück e dos rios Weser e Ems-Gebiet, reúne cerca de 33 monumentos impressionantes da cultura megalítica de importância cultural e histórica, contando com mais de 70 túmulos de pedra do período Neolítico (3500–2800 a.C.). Quase todos os túmulos pertencem à área de expansão da chamada cultura dos vasos em forma de funil, mas dependendo da região, sua construção é bastante diferente.

Os construtores da Idade da Pedra erigiram túmulos impressionantes para seus antepassados usando blocos erráticos – os túmulos de pedras enormes. Na arqueologia, essas construções monumentais, mais antigas que as pirâmides do Egito, são chamadas de “túmulos megalíticos”. A viagem pelos dólmens e túmulos, cheia de descobertas arqueológicas ao longo da Rota da Cultura Megalítica, torna-se um passeio fascinante pelos mitos e lendas da pré-história.

A elite pré-histórica deixou seus monumentos

Entre Osnabrück, Meppen e Oldenburg, as curvas da Rota da Cultura Megalítica atravessam a regiões em torno de Osnabrück, a planície do rio Ems, a zona conhecida como Oldenburger Münsterland e o Parque Natural Wildeshauser Geest. São construções monumentais de granito que a penúltima era glacial trouxe da Escandinávia para essa região. Os enormes túmulos de pedra pré-históricos exercem um grande fascínio também devido à sua localização especial, geralmente em meio a grande florestas, cujas copas das árvores geram sombras misteriosas, dando um aspecto místico aos túmulos.

Cenário de pedras místicas

Túmulos megalíticos lendários, como o “Glaner Braut”, “Visbeker Braut und Bräutigam”, “Kleinenkneter Steine” e “Heidenopfertisch” encontram-se lado a lado nessa região e mantêm 5.000 anos de história vivos em meio à paisagem idílica de pântanos e charnecas, em florestas próximas de cidadezinhas encantadoras.

Mais que apenas relíquias da cultura megalítica

Além dos lendários túmulos do Neolítico, a rota leva também a diversos lugares de importância para a história antiga, medieval e moderna. O trajeto é ladeado por igrejas, mosteiros e moinhos. É possível visitar facilmente o local onde se travou a famosa batalha da Floresta de Teutoburgo e também as ruínas impressionantes do mosteiro cisterciense em Hude.

O mistério da Idade da Pedra

Ao longo do caminho, o visitante fica sabendo de detalhes interessantes sobre os misteriosos testemunhos da Idade da Pedra: o requinte dos métodos usados na sua construção, o misterioso culto à morte, a crença no além e o cotidiano até então desconhecido dos povos que aqui viveram há milhares de anos, incluindo transfigurações místicas do passado recente. O enigma da Idade da Pedra – cultura megalítica como origem da arquitetura. Até hoje não foi possível encontrar uma resposta definitiva para esclarecer como Stonehenge e outras obras pré-históricas surgiram e qual era exatamente sua função

Rota da Cultura Megalítica

Extensão: cerca de 330 km

Tema: cultura megalítica, arqueologia, paisagem

Destaques:
Bramsche: mosteiro Malgarten
Cloppenburg: Museumsdorf
Kalkriese: museu e parque da Batalha da Floresta de Teutoburgo
Meppen: obras sacras, museus, muralhas da cidade
Oldenburg: museu estadual Landesmuseum
Osnabrück: Friedensstadt
Sögel: castelo Clemenswerth
Wallenhorst: igreja Alexanderkirche
Wildeshausen: parque natural, igreja Stiftskirche
Venne: casa da era glacial

www.strassedermegalithkultur.de

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados

Controle de site acessível

Dois atalhos úteis para o zoom no seu navegador:

Aumentar: +

Diminuir: +

No seu navegador, você encontra mais informações clicando o ícone: