Ruína do castelo de Rechberg, pátio interno
Ruína do castelo de Rechberg, pátio interno ©Tourismusgemeinde Stauferland e.V.
Rotas de férias de A a Z
Roteiro turístico Strasse der Staufer

Rota dos Staufer – Passeios pelo cenário do mundo medieval da dinastia dos Staufer

Seja bem-vindo à rota da dinastia dos Staufer. São cerca de 340 km de estrada bem sinalizada e pavimentada entre os rios Fils e Rems, Schurwald e Kaltes Feld – um monte sedimentar sobre um planalto da região que antecede as montanhas suábias de Schwäbische Alb. O berço da dinastia dos Staufer encontra-se entre Schwäbisch Gmünd, Göppingen e Heidenheim. A família da nobreza suábia é considerada a mais importante e influente de toda a Idade Média.

É uma sorte que o roteiro turístico Strasse der Staufer exista. A rota conta a história da mais poderosa dinastia da alta Idade Média e guia o visitante pelas lembranças deixadas pelos Staufer, através do seu antigo território repleto de lendas, marcado pelos característicos montes sedimentares de Hohenstaufen, Rechberg e Stuifen, conhecidos como “Drei Kaiserberge”. Esse trio é uma marca visível em praticamente toda a paisagem no território central dos Staufer.

Tudo começou no território dos Staufer, ou Stauferland

Os Staufer eram uma dinastia de duques, reis e imperadores que chegaram a reger mais da metade da Europa. A história de sucesso da dinastia começa em 1076/77 com Frederico I de Staufen, que acompanhou o imperador Henrique IV na viagem que ficou conhecida como o Caminho de Canossa, sendo elevado à nobreza por isso. Principalmente dois membros da dinastia dos Staufer marcaram o período entre 1150 e 1250 com seu governo: o imperador Frederico I Barbarossa e seu neto, Frederico II.

Os Staufer também ergueram monumentos para si próprios

Como uma das dinastias mais poderosas da Europa, eles já sabiam há mais de 800 anos onde se podia viver bem. O monte Hohenstaufen (684 m) é testemunho até hoje de uma era brilhante como sede da corte. Até mesmo o imperador Frederico Barbarossa residiu durante algum tempo entre os pesados muros do antigo castelo. Um castelo dos Staufer quase completamente preservado encontra-se no Wäscherschloss, em Wäschenbeuren. O mosteiro românico Kloster Lorsch, construído para abrigar o túmulo da dinastia dos Staufer e centro espiritual durante longo tempo, mostra uma pintura colorida de 30 m de comprimento e 4,5 m de altura sobre 200 anos da história dos Staufer.

Um lugar onde imperadores e reis já sentiam bem

O roteiro dos Staufer atravessa uma das regiões mais bonitas da serra de Ostalb: o lendário vale de “Wental”, o bizarro “Eselsburger Tal” e a bacia “Steinheimer Becken”, formada pelo impacto de um enorme meteoro. Quem segue a rota pode visitar igrejas e mosteiros românicos, cavernas e formações rochosas bizarras, palácios, ruínas de castelos de Staufen que resistem ao tempo, tudo isso emoldurado harmonicamente em uma paisagem incomparável. Mas também cidades antigas, como Schwäbisch Gmünd ou Bad Wimpfen, que alcançaram fama e riqueza durante a regência dos Staufern.

Roteiro turístico Strasse der Staufer

Extensão: cerca de 340 km

Tema: Staufer, História, Cultura

Destaques:
Adelberg: Mosteiro
Bad Boll: igreja Stiftskirche
Dischingen: castelo Katzenstein
Giengen: caverna Charlottenhöhle, Museu Steiff
Göppingen: castelo Stauferschloss, Museu
Hohenstaufen: Igreja de Barbarossa, castelo da corte dos Staufer, Centro de documentação
Lauterstein: castelo Weissenstein
Lorsch: mosteiro
Oberstotzingen: estância medieval, castelo
Schwäbisch-Gmünd: instalação urbana da era dos Staufer
Wäschenbeuren: castelo Wäscherschloss

www.stauferland.de

Controle de site acessível

Dois atalhos úteis para o zoom no seu navegador:

Aumentar: +

Diminuir: +

No seu navegador, você encontra mais informações clicando o ícone: