Tübingen

Tübingen: a eterna cidade universitária

Tübingen é uma das clássicas cidades universitárias alemãs, mas mantém um caráter agradável, quase contemplativo. Professores e vinicultores, estudantes rebeldes e cidadãos suábios – os encontros entre esses grupos nem sempre correram sem conflitos. Mas a cidade de Hölderlin já conseguiu, há muito tempo, fazer as pazes entre os sinos da torre da prefeitura e o barulho das guitarras nos clubes.

Escadarias íngremes, becos estreitos e casas de telhados inclinados marcam o perfil da cidade, desde o centro histórico até o castelo, no alto da colina. O centro medieval da cidade, restaurado cuidadosamente, a movimentação nas ruas e um estilo de vida estudantil criam um charme todo especial. As lojas, cafés e adegas, os bares de estudantes, restaurantes e bistrôs convidam a passear e passar tempo. E, com 28.500 estudantes na cidade, não é de admirar que haja sempre alguma coisa acontecendo em Tübingen. Uma diversão verdadeiramente popular é a "Stocherkahnrennen", uma corrida de canoa em torno da ilha do rio Neckar, provavelmente o espetáculo mais alucinado no calendário de eventos de Tübingen. A equipe que cruzar a linha de chegada primeiro ganha um barril de cerveja, enquanto a equipe perdedora tem que beber meio litro de óleo de fígado de bacalhau: não é difícil imaginar a brincadeira de estudantes por trás desse evento.

Motivos de cartões postais: Marktplatz e Hölderlinturm

Na praça Marktplatz, por exemplo, um dos lugares mais fotografados em Tübingen, com a prefeitura e a fonte de Netuno. A prefeitura, que domina na praça, foi construída em 1435 com três andares, ampliada em 1508 e ornamentada com um relógio astronômico em 1511, que funciona até hoje. Durante um passeio de canoa pelo Neckar deslumbra-se a vista das casas à beira do Neckar, com a torre Hölderlinturm. Aqui o poeta Friedrich Hölderlin, que sofria de depressão, viveu com a família do marceneiro Zimmer desde 1807 até sua morte, em 1843. Hoje, a torre de Hölderlin é um museu e monumento literário.

Exposições provocantes e algo com que todos concordam

As exposições realizadas no museu de arte Tübinger Kunsthalle têm fama internacional. O museu surgiu de uma iniciativa privada das irmãs Paula Zundel e Margarete Fischer-Bosch, no início dos anos de 1970. Ele deveria ser um salão de exposições em memória ao marido de Paula, o pintor Georg Friedrich Zundel. A concepção do Kunsthalle baseia-se na tensão resultante da alternância de programas entre a arte contemporânea e a arte moderna. Outros grandes sucessos internacionais são também as exposições monográficas de pintores mundialmente famosos, pioneiros da arte moderna como Paul Cézanne, Edgar Degas ou Pablo Picasso. O museu do castelo de Hohentübingen, o museu Boxenstop de automóveis e brinquedos – que, aliás, bem podem ser a mesma coisa – e outras coleções e galerias, além do teatro de Tübingen e dos festivais, marcam o cenário cultural de Tübingen. Pois, se há uma coisa em que os cidadãos e estudantes, os vinicultores e professores concordam, é isso: cultura faz bem e também diverte.

Descubra no mapa a Alemanha como destino turístico

Adicione aqui os seus favoritos. Você pode salvar, selecionar, separar e imprimir a sua seleção e planejar toda a sua viagem na Alemanha.

0 favoritos selecionados