• 0
Selecione...
A
  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z
The Württemberg wine region, Besigheim

A região vinícola da Württemberg: variedade em tinto.

Com 80% de vinhos tintos, Württemberg é a região com a maior quantidade de produção de vinhos tintos na Alemanha. 71% das áres de videiras estão em terrenos inclinados de encostas, alguns com 20% de inclinação, exigindo grande esforço para o cultivo. Württemberg caracteriza-se por sua especial diversidade de castas. Lemberger e Trollinger são cultivada squase que exclusivamente aqui. Muitas das importantes novas criações para a vinicultura alemã, como Dornfelder, por exemplo, surgiram emWürttemberg.

Particularidades regionais

Área cultivada de vinhedos e casta

Clima

Vinicultores e cooperativas

Mentalidade

Destaques da região vinícola

Nosso Hotel Sautter, dirigido pela família, dispõe de 53 apartamentos com banheiro, telefone direto, TV satélite e WiFi. Com estilos diferentes de decoração, cada apartamento tem um caráter diferente, divididos em quatro categorias de preço. Cozinha suábia e internacional espera por você no nosso cardápio variado, assim como uma boa seleção de saborosos vinhos.

No pitoresco vilarejo de Beutelsbach fica o Weinstadt-Hotel. Os quartos são todos amplos e confortáveis. O Restaurante Krone oferece especialidade suábias e francesas. Seu lema gastronômico é utilizar apenas produtos frescos e naturais. Fim de semana suábio: hospedagem, café da manhã e menu suábio incl. 1/4 l de vinho.

Nessa paisagem, as espremedeiras de vinho marcam os caminhos: entre Öhringen e Pfedelbach havia antes oito espremedeiras. Elas chamavam-se Pfaffenkelter, Meisenkelter ou Wacholderkelter. A maioria desapareceu, mas pedras fundamentais ainda mantém a lembrança viva.

A marca de champanhe Veuve Cliquot pesoalmente foi a padrinha: em 1° de julho de 1826, Georg Christian von Kessler fundou em Esslingen am Neckar a primeira produtora de espumantes na Alemanha. O empresário tinha aprendido o ofício na Champagne. Já nos primeiros dez anos, Kessler veida cerca de meio milhão de garrafas.

Exibir mais