• 0
Münster: o charme jovem de um grande passado.

Münster: o charme jovem de um grande passado.

Münster é uma cidade cosmopolita e jovem, descontraída e orgulhosa, cuja história remonta a mais de 1.200 anos. Seja como diocese, membro da Liga Hanseática ou sede de universidades – Münster sempre desempenhou um papel importante, não só na região. E foi um acontecimento que colocou Münster nos livros de história de todo o mundo: na cidade, foi assinada a Paz da Vestfália, que pôs fim à Guerra dos Trinta Anos.

A cidade mais bonita da Alemanha? Para muitos, não há dúvida que ela seria a escolhida, e o fato de que Münster já foi premiada como a "cidade com a melhor qualidade de vida no mundo" só confirma isso. Seja como for, essa comunidade mantém vivo o seu passado – e suas casas, igrejas e praças poderiam contar muitas histórias. Isso pode ser sentido especialmente no idílico centro histórico de Münster, como na praça Prinzipalmarkt. Com um cenário absolutamente inconfundível, 48 casas com gabletes criam um mundo com um charme extraordinário, e entre elas as que chamam mais a atenção são a prefeitura e a Stadtweinhaus com suas arcadas. Já o comércio excelente da cidade é algo que está mais voltado para o presente. Logo ao lado, a rua Salzstraße, a mais antiga rua comercial de Münster, convida a descobrir suas atrações históricas e culturais – começando com a Barockinsel, a "ilha barroca", com o palácio Erbdrostenhof, a Igreja Dominicana e a igreja Clemenskirche, com seu belo jardim barroco. A poucos passos de distância, o visitante chega ao quarteirão Ludgeriviertel, com restaurantes, bares e cafés. Continuando, chega-se à calçada de Rothenburg, onde o Museu de Arte Pablo Picasso encontrou um lugar ideal para se instalar, no Druffel’scher Hof. Na praça Domplatz, nos arredores, a catedral St.-Paulus, a câmara do tesouro da catedral e o museu estadual de história da arte e da cultura, o Westfälisches Landesmuseum, além da zona de Kiepenkerlviertel e Kuhviertel, são também destinos interessantes no centro histórico de Münster. É aqui, em torno da igreja Überwasserkirche, que Münster guarda seu lado talvez mais original, onde a história da cidade se une ao um estilo de vida moderno nas belas ruas e becos estreitos.

Uma esticada até Kreativkai, o "point" de Münster, no porto da cidade, é uma boa pedida, não só nas mornas noites de verão. Nos velhos prédios do porto e nas novas construções, de arquitetura inusitada, o visitante vai encontrar praticamente dia e noite uma mistura instigante de arte e cultura, gastronomia e clubes – tudo em um ambiente cheio de estilo, diretamente à beira da água. Foi também na região do cais que foi inaugurado, em 2004, o museu de arte contemporânea de Münster, conhecido pela sua abreviação como AZKM. Ali se realizam regularmente exposições individuais e em grupo de artistas contemporâneos de reputação nacional e internacional, mostrando tanto grandes nomes da arte quanto jovens artistas promissores. Já a associação de artistas Freie Künstlergemeinschaft Schanze, em atividade desde 1919, tem uma longa e importante tradição na vida cultural de Münster, realizando exposições frequentemente. E mais antiga ainda é a tradição de uma data comemorada na cidade e das mais importantes na história: 24 de outubro de 1648, data oficial do acordo de paz assinado para dar fim à Guerra dos Trinta Anos. Münster estará sempre ligada a esse acontecimento – mas é, sem dúvida, também uma cidade comprometida com o presente. Uma prova disso é o meio de transporte preferido de seus habitantes: a bicicleta. Cerca de 100.000 pessoas pedalam todos os dias pela cidade e a proporção é de duas bicicletas para cada morador. Até mesmo nas séries policiais de TV, o comissário da polícia chega à cena do crime de bicicleta, e o estacionamento de bicicletas na estação ferroviária é o maior da Alemanha, com 3.500 vagas. Portanto, se você quiser sentir de perto o verdadeiro jeito de viver em Münster, não deve deixar de montar numa bicicleta. E se você chegar ao ponto de descobrir que bicicleta ali tem outro nome e é chamada de "Leeze", então é porque já está se sentindo quase em casa e nada mais impede que sua visita seja perfeita. E, nesse caso, você poderá decidir se concorda com quem diz que Münster é a cidade mais bonita da Alemanha.

Principais atrações das cidades

Em pleno centro histórico de Münster, próximo ao castelo Rothenburg e cercado pelas arcadas de Münster, fica o museu de arte Pablo Picasso Münster. Instalado no prédio Druffel’schen Hof, construído entre 1784 e 1788, ele é o primeiro e até o momento o único museu de Picasso na Alemanha.

Por trás das fachadas tombadas pelo patrimônio histórico, desde sua abertura em 2000, ele abriga uma coleção, única no mundo, de 800 litografias de Pablo Picasso. O museu apresenta ainda exposições alternantes sobre a vida e a obra do artista e de seus contemporâneos.

O bairro Kuhviertel, com seus bares originais e a cervejaria mais antiga de Münster, é conhecido como o bairro gastronômico e de concentração de bares: uma mistura animada de bares estudantis, locais históricos e restaurantes aconchegantes, típicos da Vestfália. A maioria dos bares aqui oferece a tradicional cerveja Altbier, ou o ponche de Altbier. Aqui há sempre alguma coisa rolando, não só quando escurece, mas durante o dia também. Mas há muito mais do que apenas prazeres culinários: os amantes da arte e de antiguidades vão descobrir que o Kuhviertel tem muito para oferecer. Galerias, marchands, antiquários e a "estante pública" dão ao lugar um charme todo especial.

Não importa se você entende de arte e já se familiarizou com projetos de esculturas, ou se está vendo exemplos importantes da arte contemporânea pela primeira vez em Münster, as histórias por trás dessas esculturas vão deixar você surpreso, emocionado e admirado. O "Projeto escultura" é uma exposição de esculturas que ser realiza a cada dez anos em Münster, desde 1977. Muitas obras, entre elas algumas de Bruce Naumann, Claes Oldenburg e Donald Judd, foram compradas depois das exposição e já se tornaram parte integrante da paisagem da cidade.

Desde aproximadamente 1290, as fileiras de casas de gabletes com arcadas formam a Prinzipalmarkt – a rua de mercado mais antiga e centro da cidade. Fazer compras, chova ou faça sol – isso já era possível na Idade Média, sob as arcadas da Prinzipalmarkt. O antigo mercado principal é caracterizado pelas 48 casas de gabletes, com a famosa prefeitura da "Paz da Vestfália", a casa do vinho "Stadtweinhaus", com sua fachada renascentista, as casas burguesas e a igreja da cidade e do merca, St. Lambertikirche.

Exibir mais