• 0
Hannover, Herrenhausen Gardens – baroque Great Garden

Monumento da paixão florescente: jardins barrocos na Baixa Saxônia e na Renânia do Norte-Vestfália

No século XVII, Sophie von Hannover dedicava-se com devoção à criação de jardins. Hoje, o seu talento está evidente nos Jardins Reais de Herrenhausen que ela construiu nos moldes do imponente jardim barroco da família Oranier.

A antiga abadia beneditina, na região montanhosa do Weser, na Vestfália Oriental, era considerada um dos mais importantes mosteiros carolíngeos e tinha uma das bibiotecas mais valiosas do país, cujo bibliotecário, a partir de 1860, foi o poeta Hoffmann von Fallersleben.

Visitantes do castelo e do parque de Nordkirchen, entusiasmados com seu tamanho enorme e as linhas barrocas, costumam chamá-lo frequentemente de "Versalhes da Vestfália". O castelo à beira da água foi encomendado no século XVIII por Friedrich Christian von Plettenberg, príncipe-bispo de Münster, e construído por J. C. Schlaun.

Os Jardins Reais de Herrenhausen são um dos parques mais lindos da Europa. A princesa-eleitora Sofia de Hannover, idealizadora desse parque grandioso, mandou fazer a residência campestre de verão dos Herrenhausen inspirada na obra barroca dos Oranier. Leia mais »

Esse parque barroco, localizado numa região idílica do Baixo Reno, foi criado no século XVII pelo arquiteto paisagista Jacob von Campen. Além do "Tiergarten", o zoológico sobre a colina de Sternberg, onde começam doze caminhos arborizados, o anfiteatro em Springberg é mais uma atração.