• 0

Mannheim: raciocínio ao quadrado.

Mannheim sempre foi uma cidade do movimento: foi ali que em 1817 Karl Drais construiu a draisiana, precursora da bicicleta, e foi ali também que o primeiro automóvel de Carl Benz saiu às ruas, em 1886. Em 1921 foi a vez do célebre trator Lanz Bulldog e Julius Hatry construiu ali, em 1929, até mesmo o primeiro avião-foguete do mundo. É evidente que alguns os cérebros criativos se sentem em casa em Mannheim.

Talvez o motivo seja a estrutura clara da cidade, que parece facilitar o raciocínio: Mannheim é conhecida como a cidade quadrada, projetada e construída no século XVII com uma rede de ruas rigorosamente quadrangular, do rio Neckar até o castelo. Quando um habitante de Mannheimer diz para o outro "C5" ou "E7", ele não está brincando de batalha naval, mas dizendo onde mora, ou para onde está indo. E há muitos lugares para ir: Mannheim tem uma oferta enorme de atrações turísticas e culturais, de arte e culinária, de eventos, festas e diferentes modos de viver. Resumindo: intelecto e prazer ao quadrado. Seja no teatro do estado, o Nationaltheater, com ópera, teatro e balé, em concertos do clássico ao pop e ao jazz, em sessões literárias, ou em outros eventos em teatros privados e até em locais inusitados – em Mannheim você encontra sempre o que está procurando. Atrações como o segundo maior castelo barroco da Europa e a Wasserturm, em meio a um dos parques "art nouveau" mais bonitos de todo o continente estão só esperando para serem descobertas. A incomparável atmosfera criativa de Mannheim é alimentada também por instituições como a Escola Superior de Música e Artes Dramáticas, a Academia de Música Pop de Baden-Württemberg, a Escola Superior de Tecnologia e Design e a Academia de Artes. E Mannheim destaca-se também como polo para congressos: com o m:con Congress Center Rosengarten, a cidade dispõe de um dos melhores espaços do gênero, unindo de forma perfeita a arquitetura moderna e a antiga, equipado com a tecnologia mais moderna e localizado diretamente em frente de um belo parque. Ali, qualquer evento ganha mais importância e reputação.

Outra sensação ao quadrado são os museus de Mannheim, especialmente três: o complexo de museus Reiss-Engelhorn, o Technoseum, um museu sobre tecnologia e trabalho, e o salão de artes Kunsthalle. Os complexo Reiss-Engelhorn inclui quatro museus, entre eles o imponente Zeughaus, a última construção monumental da época dos príncipes-eleitores de Mannheim. A impressionante variedade do acervo é composta por cerca de 1,2 milhão de objetos das áreas de arqueologia, antiguidade e culturas estrangeiras, história da arte e da cultura, história do teatro e da música, além de fotografia. O "Technoseum" mostra a relação entre o desenvolvimento da tecnologia e a história social, descrevendo o processo da industrialização desde aproximadamente 1750 até os dias de hoje através de estações interativas. Finalmente, o acervo da Mannheimer Kunsthalle engloba a pintura do impressionismo alemão e francês, o movimento da Nova Objetividade, o expressionismo e ainda a arte abstrata do Informalismo alemão e francês. Além de obras essenciais da arte da escultura do século XIX, o Kunsthalle possui também uma coleção internacional de esculturas do século XX igualmente abrangente. Em destaque estão obras de Henry Moore, Marino Marini e Max Ernst, mas podem ser vistos também trabalhos de Auguste Rodin, Alberto Giacometti e Richard Long. Uma ala especial foi reservada para o grande artista plástico expressionista Wilhelm Lehmbruck, enquanto exposições temporárias realizadas regularmente dedicam-se a artistas contemporâneos. A Mannheimer Kunstverein, a associação de arte de Mannheim, e a galeria municipal Stadtgalerie completam as fantásticas opções culturais da cidade, assim como festivais e inúmeros eventos realizados por instituições culturais privadas, como é o caso da companhia Klapsmühl' am Rathaus, um dos melhores endereços na Alemanha para quem gosta de teatro de variedades e humor crítico. E se o seu coração bate mais forte quando vê um shopping, aqui você também está no lugar certo: nessa meca do comércio na região entre o Reno e o Neckar, há de tudo. Ao visitar essa cidade impressionante, você vai se encantar com certeza.

Principais atrações das cidades

Símbolo da cidade de Mannheim, no leste da cidade, a Wasserturm, ou "Torre d'Água", construída entre 1886 e 1889 pelo arquiteto berlinense B. Schmitz, foi ponto de partida mais tarde para o projeto da praça Friedrichsplatz. As instalações aquáticas em frente a essa construção monumental são fascinantes, principalmente à noite, quando a Torre é iluminada. Sereias e tritões de bronze, os dois grupos de centauros de pedra e uma estátua de Anfitrite, esposa do deus marinho Poseidon, sobre o telhado de cobre, ornamentam a torre, que integra um dos maiores e mais bonitos parques em estilo "art noveau" na Europa.

Música produzida em Mannheim tornou-se uma marca registrada, desde que a cantora Joy Fleming inventou o "Mannemer Blues". Laith-Al-Deen, Xavier Naidoo e a banda Die Söhne Mannheims são alguns dos nomes que vieram depois dela – e todos eles chegaram às paradas de sucesso. Portanto, nada mais lógico do que escolher Mannheim como sede da Popakademie Baden-Württemberg: uma universidade do estado para a música pop, criada em 2003 pelo estado de Baden-Württemberg em parceria público-privada e única do gênero na Alemanha. O mesmo vale para o Musikpark – um centro de fomento ao empreendorismo especializado no mercado de música.

A maravilhosa construção barroca do castelo de Mannheim, erigido em 1720 sob a regência dos príncipes-eleitores Carl Philipp e Carl Theodor, com apoio de artistas importantes, é uma obra de arte em si. Com mais de 500 aposentos, ricamente decorados com quadros, gobelins e estátuas, e suas dimensões enormes, ele era considerado "a coroa do palatinado eleitoral“ e é uma das maiores edificações barrocas da Alemanha. Desde o início de 2007, o castelo brilha novamente depois de uma reforma. O museu do castelo expõe objetos sobre sua história e sobre os príncipes que nele residiram, além do gabinete da biblioteca da princesa-eleitora Elisabeth Auguste.

O primeiro registro oficial de Mannheim encontra-se no Código de Lorsch 766. O local recebeu privilégios de cidade em janeiro de 1607, depois que o príncipe-eleitor Frederico IV do palatinado colocou a pedra-fundamental da fortaleza Friedrichsburg. O projeto de criar a cidade que ficaria ligada à fortaleza com ruas na forma de um tabuleiro de xadrez foi realizado e mantido até hoje. Os quadrados foram numerados por ordem e identificados com letras: o endereço da galeria "Artquadrat", por exemplo, é simplesmente L4,10. O Museu Zeughaus tem até um endereço mais curto, apenas C5, assim como o museu Schillerhaus, que fica em B5.

Exibir mais
Eventos

The Festival of German Film is held in a park on the banks of the Rhine on the outskirts of Ludwigshafen

Its aim, say the organisers, is to promote high-quality German films regardless of their box-office success. The festival also pays tribute to outstanding German-language films from other countries. The best film of the festival is presented with a cinematography award. Around 35,000 people cast their vote for the audience award.

Próximas datas:

21.08.2019 - 08.09.2019

Local do evento

Parkinsel Ludwigshafen
Yorckstraße 2
67061 Ludwigshafen am Rhein

Todas as informações sobre preços, datas e horários de abertura estão sujeitas a alteração.

Apresentações e eventos

Buscar eventos
(em alemão e inglês)
Outros critérios de busca
Redefinir tudo